Facebook
Twitter
Youtube
Flickr
22,89 ° C

Notícias

Itajaí se mobiliza pela permanência da Petrobras

Prefeito Volnei Morastoni, antes da viagem a Israel, enviou reivindicação do município ao presidente da estatal
Data de inclusão: 08/09/2017 09:49

Um amplo movimento para garantir a permanência da Petrobras em Itajaí foi deflagrado pelo prefeito Volnei Morastoni. Articulado com o setor empresarial e as principais lideranças politicas da região, o prefeito, atento à possibilidade de cortes da estatal atingir o município, encaminhou ao presidente da empresa, Pedro Parente, um ofício solicitando que a companhia mantenha na cidade a Unidade Operacional-Sul, Petrobras / Serviços Compartilhados e Terminal Petrobras de Itajaí. A expectativa é de que esse encontro aconteça logo após o retorno da Missão Catarinense a Israel, a partir do dia 18.

“A permanência da Petrobras não é importante apenas para Itajaí, mas para toda a região e para o Estado de Santa Catarina. Além disso, estamos construindo condições que estão contribuindo com a retomada do desenvolvimento econômico da nossa cidade. Investimos para tornar a administração pública mais eficiente, estamos planejando a nossa cidade para o futuro e conquistando investimentos importantes, como a retomada da dragagem do rio Itajaí e a recuperação dos berços de atracação do porto”, destacou o prefeito.

No documento que encaminhou a Parente, Morastoni lembrou que em Itajaí são mantidas operações relevantes do setor de óleo e gás. Uma delas é a FPSO (Floating Production Storage and Offloading) Cidade de Itajaí, plataforma flutuante de exploração de campos petrolíferos, que já produziu 78,6 milhões de barris de óleo. “O Conselho Nacional de Política Energética também autorizou a Agência Nacional do Petróleo a realizar a 14ª Rodada de Licitações de blocos para exploração e produção de petróleo e gás natural, o que significa que esse setor vai continuar crescendo, aumentando a importância da base de Itajaí”, complementou.

Segundo o prefeito, essa 14ª Rodada de Licitações contempla blocos distribuídos em 9 bacias sedimentares - Parnaíba, Potiguar, Recôncavo, Sergipe-Alagoas, Espírito Santo, Paraná, Santos, Pelotas e Campos - incluindo áreas em bacias de elevado potencial, bacias de novas fronteiras exploratória e bacias maduras que se apresentam como oportunidades para grandes, médias e pequenas empresas. “Além disso, há cidades do interior do Estado que estão na lista da ANP para a exploração de petróleo, que seria facilitada por uma base em Itajaí”, continuou.

Morastoni ainda reforçou o compromisso de apoiar as operações da empresa na cidade, sejam elas a partir do porto, que é administrado pelo município, ou por meio do suporte do governo do Estado e do empresariado local. “Em Itajaí, a exemplo da SP Negócios (Prefeitura de São Paulo) e SC Participações e Parcerias S.A. (Governo de Santa Catarina), temos constituída a empresa pública Itajaí Participações S/A, que objetiva promover a geração de investimentos, coordenar, implementar e apoiar o Programa de Parcerias Público-Privadas do Município de Itajaí, além de desenvolver e gerenciar programas e projetos estratégicos da Administração Municipal”, finalizou.
__________________________
Informações adicionais:
Secretaria de Comunicação Social
Marcelo Roggia (Secretário)

 

Facebook
Twitter
Youtube
Flickr
Todos os direitos reservados © 2017 - Município de Itajaí